Entregas: como podem acabar com a sua marca caso sejam mal feitas

dinamiteNa 4a feira passada (03/03), o Procon-SP autou 9 estabelecimentos virtuais ( Dell, Extra, Fast Shop, Saraiva, Magazine Luiza, Rassolim, Shoptime, Submarino e WalMart) que descumpriram à Lei da Entrega (13.747/09).  Essa lei  obriga os fornecedores a fixar data e turno com antecedência para a entrega de produtos ou realização de serviços aos consumidores.  As multas podem chegar a 3,2 milhões de reais.

Sete das nove empresas foram reprovadas por não informarem ao consumidor de maneira prévia e adequada as datas e turnos disponíveis para a entrega de produtos ou para a realização de serviços e não entregarem o produto ou não realizar em o serviço na data e turno estipulados.

Portanto, se você tem ou pretende abrir uma loja virtual, preocupe-se muito com a logística pois ela fundamental no processo.

Recentemente, como consumidora tenho tido vários problemas com as entregas e espero que essa lei sirva para as empresas reverem seus processos.  Algumas situações que ocorreram comigo e que certamente baixaram muito o meu conceito em relação as empresas fornecedoras:

Abracadabra:  A entrega é um horror.  Para você saber o horário de entrega, só ligando no próprio dia, a partir das 9h da manhã.  Quem é que pode se programar desse jeito?  As empresas acham que é fácil ter alguém esperando de 9h às 18h todos os dias para receber itens em casa?

Há menos de um mês, eu estava esperando eles entregarem um móvel para uma determinada data.  Fiquei esperando o dia inteiro e nada aconteceu.  No dia seguinte, entrei em contato com o Fale Conosco relatando o ocorrido e vejam a resposta que recebi:  “Pedimos desculpas pelo ocorrido.  Suas entregas ocorrerão no dia 25/02”.

Passando por um transtorno desse, é essa a resposta quase automática que mereço receber?  E o pior é que na nova data, liguei por volta das 14h para me certificar de que receberia o item e foi confirmada a entrega até às 18h.  Por volta das 17:30h liguei novamente e fui informada de que eles estavam um pouco atrasados mas que entregariam naquele dia.  Às 19:30h recebi uma ligação do motorista do caminhão me informando que estava na Tijuca e perguntando se eu ainda queria receber naquele dia (detalhe: moro no Recreio)…  Fiz questão de receber e o meu móvel foi entregue às 21:30h.  Fiquei com pena dos entregadores por trabalharem até tão tarde, mas isso não é culpa minha.  Que logística é essa da Abracadabra??  Certamente, não compro mais nada lá que seja entregue em casa.

Extra.com:  E agora estou passando por uma situação chata com o Extra.com .  Comprei um eletrodoméstico, entrei em contato para saber a data de entrega e vejam a resposta que recebi: ” Informamos que não é possível verificarmos  a data exata em que ocorrerá a entrega, mas sim, somente o prazo, ou seja, até 16/03 “.   Quer dizer que tenho que ficar de 8 às 18h, do dia 08/03 até o dia 16/03, plantada em casa esperando o meu pedido???  Isso não faz o menor sentido…  Por isso que estão sendo autuados.  Visitando o  tracking no site, descobri que devem entregar no dia 11/03, vamos ver se vou conseguir descobrir qual é o turno…

Bem pessoal, esse desabafo serve para os lojistas verem o quanto é fundamental o investimento e à atenção às entregas dos produtos… Não adianta nada investir na marca, em propaganda e publicidade, se na hora de recebermos os produtos, passamos por esse tipo de situação tão desgastante.

E você, qual foi a situação mais absurda que você já vivenciou em relação a entrega de produtos ou realização de serviços?

Fonte: IDGNow